Ronaldo Fonseca critica atitude da oposição em rejeitar o ajuste fiscal nas contas do País

A discussão aconteceu nesta terça-feira (18) na Comissão Especial que analisa a PEC 241/16.

18/10/2016 às 20:09:00 | 44 visualizações

 

Em resposta aos parlamentares contrários à Proposta de Emenda à Constituição 241/16, que limita os gatos públicos da União, o deputado Ronaldo Fonseca (Pros-DF) criticou, nesta terça-feira (18), a atitude da oposição em “buscar números fantasiosos e fazer interpretações equivocadas da fala do ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, para discutir a PEC 241”.

O debate aconteceu nesta terça-feira (18) na Comissão Especial da Câmara dos Deputados que analisa a PEC.

“Se não tivéssemos 170 bilhões de deficit no Brasil, estaríamos votando a PEC 241? Não. Se não tivéssemos 12 milhões de desempregados, estaríamos votando a PEC 241? Não. Se não estivéssemos com as contas desorganizadas, estaríamos votando a PEC 241? Não. Se os estados não estivessem quebrados, estaríamos votando a PEC 241? Certamente, não”, afirmou Fonseca.

Tramitação

A Comissão Especial aprovou ainda nesta terça-feira (18) a redação da matéria para o segundo turno de votação no Plenário da Câmara. Em seguida, a PEC segue para análise do Senado.

Redação PROS na Câmara

Sem tags