Deputado Felipe Bornier comenta participação do jovem na política durante programa Estágio-Visita

Segundo Bornier, o programa está aproximando cada vez mais jovens para as questões políticas do País.

26/09/2016 às 15:07:00 | 111 visualizações

Quase 70 universitários de todo o Brasil participaram do Programa Estágio-Visita, da Câmara dos Deputados, entre os dias 18 e 23 de setembro. Para o segundo-secretário da Casa, deputado Felipe Bornier (Pros-RJ), o programa está aproximando cada vez mais jovens para as questões políticas do País.

“A experiência do Estágio-Visita força os jovens a repensarem a política e a querer participar de alguma maneira na gestão do seu município ou do seu estado. Esse é um dos grandes ganhos, aproximá-los dessa realidade e incluí-los como protagonistas do Governo. Mais do que fiscalizar, a população precisa participar, interagir e a juventude pode contribuir muito para o desenvolvimento do Brasil”, disse Felipe Bornier.

A estudante de administração pública, moradora de Brasília (DF) e deficiente auditiva, Jayne Bezerra foi a representante de turma desta edição e se surpreendeu com a receptividade na Câmara dos Deputados e com as novas tecnologias que tornam mais fácil o acesso ao Congresso pelas pessoas com algum tipo de deficiência.

“Eu fiquei muito surpresa quando fiz minha inscrição e informei que era deficiente auditiva, pois não imagina que ia receber uma ligação de algum funcionário da Câmara querendo saber da minha deficiência. Eu fui muito bem recebida aqui e convidada para testar o plenário 13 que tem uma tecnologia chamada Aro Magnético. A Câmara é o primeiro órgão federal que implantou essa tecnologia no Brasil, é algo muito avançado e eu consegui ter um ganho muito grande junto com a minha turma no Estágio-Visita. Os meus olhos se abriram muito mais para a inclusão social, pude perceber que no órgão onde eu trabalho, nos outros órgãos, faltam muito ainda para serem inclusivos”, ressaltou Jayne.

Já Maurício Gutemberg, aluno de Relações Internacionais, pela Universidade Federal do Rio de Janeiro e morador de Nova Iguaçu (RJ), destacou que o programa é uma oportunidade única de ver de perto como funciona o Legislativo, além de oferecer um outro olhar sobre as questões econômicas, especialmente, no momento de crise pelo qual o País atravessa.

“O Estágio-Visita é uma ótima oportunidade, ainda mais pra quem vem de fora, é uma chance para o jovem abrir a mente em relação ao momento político em que se encontra o Brasil. É um momento de reflexão sobre questões tanto políticas quanto econômicas, ao qual, o nosso Estado e o Brasil todo vem passando”, destacou Maurício.

O universitário lembrou que a juventude precisa participar da política e destacou a atuação do deputado Felipe Bornier.

“É o nosso futuro não tem outro jeito, é através da representatividade do nosso parlamentar, no caso, o deputado Felipe Bornier que representa o povo de Nova Iguaçu, o povo do Rio de Janeiro como um todo, é um deputado jovem, um deputado mente aberta, que vê o futuro. É papel da juventude fazer parte desse processo, integrar a política brasileira”, concluiu.

Fonte: Assessoria do parlamentar.

Inscrições

Para participar, o estudante interessado deverá entrar em contato com o gabinete do deputado federal que representa seu Estado e solicitar sua indicação. Cada deputado pode indicar até dois jovens por semestre, formando turmas mensais com até 70 participantes.

Documentação

Confirmada a indicação, deverá enviar por e-mail ao gabinete as seguintes informações e documentos digitalizados:

Nome completo, CPF, RG e órgão emissor, e-mail, telefone residencial e celular com DDD, endereço residencial, cidade e UF, CEP, nome do pai e nome da mãe, instituição de ensino, curso, semestre que está cursando, se possui alguma necessidade especial e se possui alguma restrição médica; cópia de identidade e CPF; comprovação de matrícula na instituição de ensino (correspondente ao semestre do estágio); autodeclaração de saúde preenchida e assinada, conforme modelo.

Recebida a documentação do estudante, o gabinete parlamentar procederá à inscrição online por meio de sistema próprio de inscrição no portal da intranet da Câmara. Cada deputado pode indicar, por semestre, até 2 (dois) universitários para integrar o programa, que será formado por turmas de, no máximo, 70 alunos.

Confirmação

Confirmada a inscrição, o gabinete deverá imprimir o formulário preenchido, colher a assinatura do deputado e entregar este formulário e os demais documentos enviados pelo estudante no prazo máximo de três dias úteis a contar da data da inscrição, na Coordenação de Recrutamento e Seleção do Cefor, sala 35, no horário das 9 às 12h e das 14 às 18h. A não entrega dos documentos implicará a perda da inscrição.

Maiores informações

Antes de prosseguir, confirme as informações, aqui, na página do Programa ou entre em contato com o Serviço de Estagiários do Cefor, pelos telefones (61) 3216-7677 ou 3216-7673.

Redação PROS na Câmara

Sem tags