Deputado Odorico Monteiro destaca ranking da educação do Ceará em discurso na Câmara

Além disso, o congressista comentou a redução de crimes violentos no estado e sobre os recursos adquiridos por meio de emendas parlamentares.

19/09/2016 às 17:07:00 | 58 visualizações

Nesta segunda-feira (19), o deputado Odorico Monteiro (Pros-CE) usou a tribuna do Plenário da Câmara para falar sobre os recentes dados referentes à educação do ensino fundamental do Ceará. Além disso, o congressista comentou a redução de crimes violentos no estado e sobre os recursos de emendas parlamentares destinados à aquisição de máquina perfuradoras de poços.

Educação

Dados sobre os cinco primeiros anos do ensino fundamental apontam que das 100 melhores escolas do País, 77 estão no Ceará. “A educação apresentou melhora significativa no nosso estado. Além disso, o Ceará vem melhorando seu desempenho em vários concursos como, por exemplo, o índice de quase 50% de aprovação na Escola Tecnológica da Aeronáutica (ITA)”, comemorou Odorico.

Os números fazem parte da pesquisa divulgada, na última semana, pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), de acordo com os dados educacionais do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) relativos a 2015.

“Em 2016 alcançamos todos os índices do Ideb. São mudanças que estão sendo feitas e que ajudam a melhorar essa classificação, como escolas de turno integral e qualificação dos profissionais, não só na escola base como também nas escolas técnicas do estado”, disse.

Segurança

Sobre a segurança, Odorico elogiou as medidas adotas pelo governador do Ceará, Camilo Santana (PT), na redução da criminalidade. “Conseguimos reduzir em quase 50% os casos de crimes violentos em Fortaleza. Isso envolve policiamento, ações de integração com os municípios limítrofes e investimentos em educação”, disse Odorico.

O parlamentar comemorou ainda a destinação, pela bancada do Ceará na Câmara, de recursos de emendas parlamentares para a aquisição de máquinas de perfuração de poços. “11 parlamentares destacaram mais de 1 milhão de reais em emendas para a compra de 19 novas máquinas para as regiões”, afirmou.

PEC 241

Em sessão solene nesta segunda-feira (19), a Câmara dos Deputados comemorou o Dia do Advogado. No evento, a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) comentou a Proposta de Emenda à Constituição 241/16, que limita os gastos públicos federais por 20 anos.

“OBA colocou a questão da saúde em sua agenda, colocando-a em suas prioridades. A OAB também se colocou contrária à aprovação da PEC 241. Entendemos também que não podemos retirar direitos da Constituição. Por isso, esse posicionamento da OAB é da maior importância na hora de mobilizar a sociedade”, defendeu Odorico.

A PEC do Regime Fiscal, como é mais conhecida, limita as despesas primárias da União aos gastos do ano anterior corrigidos pela inflação oficial (IPCA). De acordo com a proposta, em 2017 o limite de gastos será a despesa primária federal de 2016, incluindo os restos a pagar, reajustada pelo IPCA de 2016. A partir de 2018, será usado o teto do ano anterior acrescido da inflação.

Redação PROS na Câmara

Sem tags