Biondini critica orçamento destinado ao combate às drogas e à recuperação de jovens

Presidente da Frente Parlamentar em Defesa das Comunidades Terapêuticas, Acolhedoras e APAC's da Câmara, Biondini criticou novamente a canalização dos recursos para o setor.

01/06/2016 às 20:24:00 | 245 visualizações

O deputado Eros Biondini (Pros-MG) manifestou nesta quarta-feira (1) sua insatisfação com o corte no orçamento destinado ao combate às drogas. Em especial, Biondini criticou o último governo de Dilma Rousseff, o qual anunciou corte de 41% no orçamento da Secretaria Nacional de Políticas Sobre Drogas (Senad).

“Hoje, o país vive um momento triste, no qual se faz uma reflexão sobre a violência cometida contra aquela adolescente no Rio de Janeiro, estuprada por outros jovens. Por traz da violência estão as drogas. Infelizmente, o último governo se esqueceu desse tema”, criticou Biondini que, no entanto, fez apelo ao atual presidente da República, Michel Temer, para que amplie investimentos no setor.  

Presidente da Frente Parlamentar em Defesa das Comunidades Terapêuticas, Acolhedoras e APAC's da Câmara, Biondini criticou novamente a canalização dos recursos para o setor.   

“Não podemos ser responsáveis por tantos crimes. No momento em que não fazemos investimentos no combate às drogas, em especial na recuperação de jovens, somos políticos omissos. O estado preferiu acumular homens e mulheres em presídios em vez de remediar a situação”, afirmou Biondini.

Para exemplificar sua preocupação, o deputado fez questão de ressaltar números apresentados pelo governo com relação à recuperação de presos no Brasil em comparação às ações específicas de combates às drogas, como políticas públicas de recuperação em comunidade terapêuticas.

“Hoje, o estado gasta cinco mil reais com cada preso, em média. Precisaríamos de apenas 80 milhões para recuperar 100 mil jovens que sofrem de drogadição, enquanto para recuperar o mesmo número de presos, gastaríamos 500 milhões, ou seja, 420 milhões a mais”, disse Biondini.

 

Redação PROS na Câmara

Sem tags