“Eu voto sim, pelo processo de admissibilidade do impeachment”, diz Biondini

O deputado Eros Biondini (Pros-MG) iniciou sua fala na sessão que analisa o pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff, neste sábado (16), na Câmara dos Deputados, citando passagens bíblicas e também sua história de vida

16/04/2016 às 13:56:00 | 732 visualizações

O deputado Eros Biondini (Pros-MG) iniciou sua fala na sessão que analisa o pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff, neste sábado (16), na Câmara dos Deputados, citando passagens bíblicas e também sua história de vida. “Fiz uso de tanta droga que quase morri. Mas, graças a Deus, não só me reergui, mas larguei o vício das drogas. Em momentos difíceis na sua vida, você deve tomar decisões importantes”, disse.

Biondi fez questão de ressaltar o trabalho voltado a salvar vidas. “Doei minha vida para esta causa: salvar vidas e ajudar outros jovens a se libertarem de vícios. Tive oportunidade de recuperar milhares de pessoas. Na minha equipe tenho cinco ex-dependentes de crack, e estão aqui, recuperados, trabalhando comigo. Mas, eu já fui a muitos velórios”, afirmou Biondini.

“Lutei muito nesta Casa para convencer o governo de apoiar esta causa, em favor da recuperação de jovens. Por mais que as comunidades terapêuticas tenham metodologia de tratamento e recuperação de jovens, é obrigação do poder público subsidiar essas ações. Eu sempre me questionei o porquê do governo não investir na recuperação e na proteção da vida desses jovens”, questionou o parlamentar afirmando que “o dinheiro está sendo utilizado em uma máquina gigantesca do estado, e, em outros casos, como o da Petrobrás, por verdadeiros criminosos”, ressaltou o parlamentar.

O deputado conclamou os pares da Frente Parlamentar Evangélica da Casa para unirem-se em torno do momento pró-impeachment. “Ou paramos isso agora ou vamos colocar em cheque as necessidade básicas da população. Vamos proporcionar ao Brasil um novo tempo. Sabemos que o Brasil demorará a se reconstruir, mas devemos dar essa oportunidade à nossa população”, finalizou.

Neste momento, ainda está em andamento a sessão destinada aos pronunciamentos dos parlamentares. Após a fase de discussão, inicia-se a sessão de votação do parecer do deputado Jovair Arantes (PTB-GO), que pede abertura de processo de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff. A sessão de votação está prevista para este domingo (18).

Redação PROS na Câmara

Sem tags