Odorico reafirma compromisso com saúde mental em ato na Câmara

A frente é suprapartidária e tem o objetivo ainda de discutir as propostas legislativas e de aperfeiçoamento da legislação sobre o tema

07/04/2016 às 14:58:00 | 231 visualizações

Foi lançada nesta quarta-feira (6), na Câmara dos Deputados, a Frente Parlamentar em Defesa da Reforma Psiquiátrica e da Luta Antimanicomial. A frente conta com a adesão de cerca de 270 parlamentares de diferentes partidos. O grupo busca promover os direitos das pessoas com transtornos mentais.

“A saúde mental tem a marca da militância de seus profissionais. Reafirmo aqui o nosso compromisso como deputado, mas, acima de tudo, como militante incansável para o aperfeiçoamento dos serviços aos pacientes e aos familiares deles", afirmou o deputado Odorico Monteiro (Pros-CE), que participou do lançamento da frente ao lado da coordenadora, deputada Erika Kokay (PT-DF).

A frente é suprapartidária e tem o objetivo ainda de discutir as propostas legislativas e de aperfeiçoamento da legislação sobre o tema. A ideia é monitorar e fiscalizar a reforma psiquiátrica, que, entre outros pontos, determinou o fechamento progressivo dos hospitais psiquiátricos e a instalação de serviços substitutivos que garantam a liberdade e a reintegração social, como os chamados Caps (Centros de Atenção Psicossocial).

Há alguns anos na luta por um sistema de saúde público que atenda ao princípio da coletividade, o deputado Odorico Monteiro (Pros-CE) comentou o lançamento da frente. "Tenho a honra de ser, junto ao prefeito Cid Gomes, um dos pioneiros no processo de reformulação da atenção à saúde mental no Brasil, quando conseguimos descredenciar e fechar o Hospital Guararapes e criar a Rede de Atenção Integral à Saúde Mental (Raism) de Sobral (CE)”, disse.

Redação PROS na Câmara

Sem tags