Ministro do Esporte filia-se ao Pros

O ministro do Esporte e deputado federal licenciado, George Hilton, filiou-se na última sexta-feira (18) ao Partido Republicano da Ordem Social (Pros)

21/03/2016 às 21:54:00 | 279 visualizações

O ministro do Esporte e deputado federal licenciado, George Hilton, filiou-se na última sexta-feira (18) ao Partido Republicano da Ordem Social (Pros), agremiação na qual apostou confiar seu plano de trabalho à frente do ministério. Nessa nova etapa, o objetivo é fortalecer ações de inclusão social por meio do esporte e seguir na preparação dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016.

“Após um diálogo franco e de um convite que muito me honrou, filiei-me ao Pros”, disse Hilton em nota à imprensa. Segundo o ministro, a mudança partidária surge em um momento em que a solidez das instituições deve ser mantida. “Nós, homens e mulheres que atuam na vida pública, devemos nos empenhar no sentido de desfazer conflitos, evitar injustiças e trabalhar com afinco pela normalidade democrática e pela solidez das instituições nacionais”, disse.

Perfil

Ex-líder partidário na Câmara, o deputado federal George Hilton, 43 anos, está em seu terceiro mandato por Minas Gerais. Nas eleições de outubro de 2014, ele foi reeleito para o cargo de deputado. Radialista e teólogo, Hilton também atuou como deputado estadual em Minas Gerais, em 1998, reelegendo-se em 2002.

Natural de Alagoinhas (BA), Hilton é formado em ciências sociais e trabalhou em rádios de Salvador, Belo Horizonte e Juiz de Fora. Ligado à Igreja Universal do Reino de Deus, o ministro foi ainda apresentador de um programa de TV.

O primeiro mandato na Câmara dos Deputados foi exercido na legislatura de 2007/2011, tendo sido reeleito para a legislatura de 2011/2015 e conquistado novo mandato, agora, para o período de 2015/2019.

Na Câmara dos Deputados, Hilton apresentou mais de 140 proposições, entre projetos de lei, indicações, requerimentos e propostas de emendas à Constituição, além de relatar cerca de 48 propostas. O deputado foi relator do Projeto de Lei 4700/12 – que altera a Lei 9394/96, conhecida como Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional –, que tem por objetivo identificar, cadastrar e atender alunos com altas habilidades, também chamados de superdotados, na educação básica e superior.

Hilton foi também integrante da Representação Brasileira no Parlamento do Mercosul (Parlasul) e da Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional na Câmara. Já foi membro das comissões de Educação, de Reforma Política e de Minas e Energia – incluindo a Subcomissão Especial dos Royalties e Pré-Sal –, além da Subcomissão Especial dos Países de Língua Portuguesa.

Redação PROS na Câmara

Sem tags