Câmara lança Frente Parlamentar de Tuberculose das Américas

Segundo a OMS, a tuberculose matou 23 mil pessoas na américa em 2014. Parlamentares se reuniram para discutir formas de combater a doença

21/03/2016 às 17:14:00 | 259 visualizações

A Câmara dos Deputados lançou na última terça-feira (15) a Frente Parlamentar de Tuberculose das Américas, que reúne deputados do México, Honduras, Uruguai, Nicarágua, Bolívia e Peru, entre outros. A ideia é viabilizar o intercambio de informações sobre a doença que matou 23 mil pessoas no continente em 2014, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS).

A iniciativa partiu da Frente Parlamentar de Luta contra a Tuberculose no Brasil e do braço regional da OMS - Organização Pan-Americana de Saúde (OPAS) - em comemoração ao Dia Mundial da Tuberculose, celebrado anualmente no dia 24 de março.

Atualmente, quatro parlamentares do Pros participam da frente que luta contra a tuberculose no País. Entre eles o líder Ronaldo Fonseca (DF) e os deputados Eros Biondini (MG), Toninho Wandscheer (PR) e Odorico Monteiro (CE).

Entre 2004 e 2014, o índice de mortalidade da doença recuou 21,4% no país, passando de 2,8/100 mil hab. para 2,2/100 mil hab. Ainda assim, em 2014 o IBGE apurou índices de mortalidade maiores que a média nacional no Rio de Janeiro (5,1/100 mil hab.), em Pernambuco (4,3/100 mil hab.) e em Alagoas (3,3/100 mil hab.).

Outro fato que chama atenção é o vínculo da tuberculose com o HIV, em razão da baixa imunidade do organismo de portadores do vírus. De acordo com dados de 2014, 9,7% dos pacientes com tuberculose também eram portadores do vírus HIV. A região Sul apresentou o maior número desses casos, 17,3%.

Com informações da Agência Câmara. 

Redação PROS na Câmara

Sem tags